Nova S10 2013

A Chevrolet promove um evento para divulgar a S10 2013 para imprensa.

Também divulgou um texto e as primeiras fotos oficiais da nova S10 2013, é o que vamos ver a seguir.

A nova S10 é fruto de um desenvolvimento global da Chevrolet com extensa participação das áreas de design, engenharia e powertrain da General Motors do Brasil.

O desenvolvimento da S10 foi muito além do mercado brasileiro. Criamos um veículo global, para rodar em qualquer canto do mundo”, afirma Grace Lieblein, presidente da General Motors do Brasil. “Na verdade, o Centro de Desenvolvimento da GM do Brasil, que fica em São Caetano do Sul, desenvolveu diversas opções da picape em três diferentes cabines – simples, estendida e dupla – com duas alturas e diferentes tipos de suspensão”, completa Grace.

Em relação ao estilo, a nova S10 traz em suas linhas o DNA da Chevrolet, com o destaque para a grade bipartida na dianteira ostentando a gravata dourada. Com linhas mais agressivas na dianteira, o desenho mostra traços mais suaves na lateral, mas a idéia de força e robustez continua forte na picape pelas caixas de rodas altas.

Em relação ao visual, as principais características são:

– Grade bipartida seccionada pelo logo da Chevrolet – uma marca inconfundível – que carrega uma malha tridimensional (que bloqueia a exibição de componentes ali instalados) e bordas cromados (aplicado em modelos intermediários e topo de linha);
– Faróis de dupla parábola (modelos básicos e intermediários) ou com projetor;
– Gravata Chevrolet em destaque: são seis centímetros na grade dianteira nove centímetros na tampa traseira;
– Lanternas que utilizam LED’s na iluminação. A S10, na versão LTZ, é a primeira picape da Chevrolet e do segmento a utilizar esta tecnologia;
– Rodas de liga leve de 16 e 17 polegadas para modelos LT e LTZ.Coeficiente aerodinâmico de 0,48, ante 0,5/0,6 da concorrência – Best in class
– Cabine Simples – Best in class no segmento, com 1.570 litros de volume de caçamba e de capacidade de carga, com 1.303 kg (LS).
– Cabine Dupla – Best in class no segmento, com 1.208 kg de capacidade de carga (LS)

Na parte interna, o painel de linhas fluidas, integrado com o console central e o conceito de Dual Cockpit, marca registrada da Chevrolet. Em resumo, as principais características são:- Dual Cockpit, com linhas que se estendem até as portas;
– Painel em duas cores com diferentes superfícies nas versões intermediárias e topo de linha;
– Acabamento cromado para as versões topo de linha e prata e preto para as versões intermediárias e básicas respectivamente;
– Iluminação do painel feita por LED’s, na tonalidade Ice Blue, nos mostradores, console central e nos comandos da picape;
– Bancos feitos com espumas de diferentes densidades entre encosto e assentos, visando ainda mais o conforto dos ocupantes;
– Bancos revestidos em couro nas versões topo de linha e em tecido nas versões básicas e intermediárias;
– CD player, MP3, Bluetooth, entrada auxiliar (12V) e mini-USB;
– Vasta quantidade de porta objetos, desenhados para ser o melhor no segmento. São 16 na S10 de cabine simples, e 26 na picape de cabine dupla.

Chevrolet S10 2.8 Turbodiesel CTDI

Para equipar a nova S10 a GM desenvolveu um novo motor 2.8 Turbodiesel, que tem bloco de ferro fundido, para garantir durabilidade e cárter e cabeçote feitos em alumínio, como parte de uma dieta para reduzir seu peso.

Entre as tecnologias que o 2.8 Turbodiesel CTDI tem, está o turbo de geometria continuamente variável. Ele se difere dos atuais turbos de geometria fixa por ter pás que se movimentam continuamente, girando e tornando a captação dos gases de escape mais eficiente em qualquer rotação, praticamente eliminando o chamado turbo lag. Segundo a marca, isto garante maior torque em todas as rotações, respostas mais rápidas ao acelerador e melhor dirigibilidade.

Além do turbo de geometria continuamente variável, o novíssimo motor da Chevrolet S10 oferece muita tecnologia, a fim de reduzir emissões, melhorar o consumo e ganhar em suavidade. O cabeçote, por exemplo, conta com duplo comando de válvulas tubular. Feitos em aço inox, eles reduzem a inércia do sistema, já que são mais leve e roubam menos potência do motor para serem acionados. Ele oferece também balanceiros roletados de baixo atrito, que roubam menos energia do sistema.

O novo motor da Chevrolet também é equipado com “common rail”, trazendo mais desempenho, velas aquecedoras, melhorando as emissões e a partida do motor e ajuste hidráulico das válvulas, que diminui sua manutenção.

Outra novidade está no corpo de borboleta, de nova geração, que oferece controle mais preciso da válvula EGR. Isso contribui de forma significativa para diminuir emissões e também reduz os trancos na hora de desligar o motor, graças a uma sequência pré-definida de movimentos da borboleta.

O resultado é o maior torque da categoria. São 47,9 kgfm disponíveis já nas 2.000 rpm. A potência também não fica atrás: são 180 cv a 3.800 rpm.

Chevrolet S10 2.4 Flexpower

Além do novo motor 2.8 Turbodiesel, a Chevrolet promoveu importantes alterações no motor 2.4 FlexPower, o que inclui um novo cárter, de alumínio estrutural, que reduz seu peso. As modificações mais importantes, no entanto, vieram na admissão e gerenciamento do motor, já que o 2.4 FlexPower recebeu um novo corpo de borboleta, e um novo sistema de admissão, com filtro, ressonador de ar e um inédito sensor de massa de ar.

Tais modificações foram essenciais para adoção do System Zero, sistema de gerenciamento do motor – desenvolvido pela Chevrolet – que conta com um número maior de sensores (sensor de massa de ar, de rotação e de temperatura). O System Zero permite, por exemplo, que a central eletrônica do motor module melhor o corpo de borboleta, trazendo acelerações mais suaves e um significativo ganho de torque. Dos anteriores 21,9 kgfm, o novo 2.4 FlexPower passa a oferecer 24,1 kgfm – com 90% deste valor atingido já nas 2.800 rpm. A cavalaria continua a mesma: 147 cv quando abastecido com etanol e 141 com gasolina, ambas em 5.200 rpm.

O sistema de escape da S10 2.4 FlexPower também foi modificado e a nova picape virá com novos catalisadores e novos dutos de escape, que melhoram o fluxo dos gases e reduzem ainda mais os níveis de emissões.

A nova Chevrolet S10 apresenta novidades também na transmissão. São novas caixas de câmbio manuais de cinco marchas, FSO2505 e a FSO2105 (para motores Diesel e Flex), desenvolvidas para a nova S10 e uma inédita e exclusiva transmissão automática de seis marchas.

Versões

A nova S10 chega para atender a todos os gostos. Serão 12 configurações da picape, que se dividem entre motores diesel e Flex, cabine duplas e simples, tração 4×2 e 4×4 e ainda três níveis de acabamento e equipamentos: LS, LT e LTZ, respeitando a nova nomenclatura aplicada a todos os veículos Chevrolet.

Preços da nova S10

LS 2.4 flex cabine simples 4×2 manual: R$ 58.868

LT 2.4 flex cabine simples 4×2 manual: R$ 61.890

LS 2.4 flex cabine simples 4×4 manual: R$ 85.400

LS 2.4 flex cabine dupla 4×2 manual: R$ 66.350

LT 2.4 flex cabine dupla 4×2 manual: R$ 72.490

LTZ 2.4 flex cabine dupla 4×2 manual: R$ 84.400

LS 2.8 diesel cabine simples 4×4 manual: R$ 85.400

LT 2.8 diesel cabine dupla 4×2 manual: R$ 98.900

LT 2.8 diesel cabine dupla 4×2 automática: R$ 103.900

LT 2.8 diesel cabine dupla 4×4 manual: R$ 109.500

LT 2.8 disel cabine dupla 4×4 automática: R$ 113.400

LTZ 2.8 diesel cabine dupla 4×2 automática: R$ 117.400

LTZ 2.8 diesel cabine dupla 4×4 automática: R$ 135.200

opniao4

De uma nota para este modelo (1 a 5)
Avaliação
FundoTransparente42 FundoTransparente42

Autor:      Facebook     Twitter     Google+

Faça um comentário e deixe o mundo saber a sua opinião